Terça-feira, 15 de Abril de 2008

Forbidden




Nunca te vejo

Às vezes pergunto-me se alguma vez te vi… Pergunto-me se não serão sonhos estas recordações longínquas que tenho de ti.

Parece-me… que nunca te senti. Que nunca te vi. Que nunca te toquei, cheirei, provei.

Parece-me que te inventei.

É isso. És um desejo feito carne. Uma carne que toquei, provei, beijei. Que senti, lambi… que se fundiu na minha e se fez minha.

É isso. És um desejo feito carne que arde em mim. Sempre que me lembro de ti. Se é que algum dia te conheci… Se é que te vi… Não me lembro se te ouvi! Mas sei que tivemos intermináveis diálogos de silêncio e gemidos. Falámos muito. De amor, de sexo, de guerra e paz, de profundidades e coisas banais. Falámos pois. Lembro-me da tua voz! Ou será que a inventei? Que a criei? Que a desejei tão fortemente que se materializou em ti?

Nunca te vejo… Acho que nunca te vi. Começo a duvidar da própria existência de ti no mundo. Provavelmente só existes em mim. Porque nasceste e viveste em mim. E em mim morreste. Será que já morreste? Sim amor, morreste! Amor que nunca foi… Desejo que se materializou em carne – a minha e a tua! Fantasia que jorrou em torrentes de mãos e beijos e línguas e sonhos e desejos e olhares…

Nunca te vejo. Há quanto tempo não te vejo…

Acho que nunca te vi. Mas se exististe e morreste, sabe que vives em mim. Porque és meu pecado, meu segredo, meu pedaço oculto. Não vives na minha vida, mas não vivo sem a lembrança de ti.

Vives nas histórias que não vivi.

sinto-me:
música: Forbidden Love, MADONNA

Rabiscado por Mão Esquerda às 02:39
link do post | Rabiscar um comentário | favorito
3 comentários:
De joseph a 20 de Abril de 2008 às 11:30
A que mão me devo dirigir?
Olá

Nunca te vejo... Uma história complexa, de dúvidas e certezas, que se lê num fôlego rápido, e se fica com desejos frustrados por a história terminar...
Este remate final "Vives nas histórias que não vivi" diz tudo.

Parabéns à S. (penso que seja dela o texto)...senão seria C.

Gostei muito.

Beijos;)**


De Mão Esquerda a 19 de Junho de 2008 às 00:14
Olá Joseph, desculpe a demora a responder...

O texto é da autoria da Mão Esquerda... ou seja, C.

Obrigada pela visita!


De Rafaell a 23 de Abril de 2008 às 20:16

Beijos.


Rabiscar um comentário...

Todos os direitos reservados. As imagens que colocamos no blog são retiradas da Internet através do Google. Se alguém tiver os direitos de autor de uma dessas imagens, é favor contactar através do email 2lefthands@sapo.pt. A imagem será retirada imediatamente.

.Quem são as mãos?

.Bem Vindos ao Lado Esquerdo...

Duas mulheres... Quatro mãos... Todo um mundo secreto que as une, mas que mais ninguém, senão elas, poderia compreender. Viagens a quatro mãos pelo lado esquerdo da nossa imaginação...

.A música nas nossas mãos...

.Mãos que passam...

Hit Counter
Free Counter

.O que as nossas mãos já escreveram

.Rabiscos Recentes

. Forbidden

. Olhos cor de sonho

. Espelho

. Mad About You...

. Quero um Lugar

. Dorme...

. Duas Mãos Esquerdas

.tags

. todas as tags

.Números...

blogs SAPO
RSS